VAI TUDO BEM

vai tudo bem

VAI TUDO BEM

2 Rs 4.8-10

INTRODUÇÃO

Alguns aspectos importantes na vida da sunamita fortalecem a fé e a perseverança do crente, ensinando-o a não abrir mão de sua bênção.

A aflição da sunamita diante da morte do seu filho assemelhase à situação de muitas pessoas que estão passando momentos de tribulação, e as incentiva a buscar a misericordiosa interferência de Deus.

 

BÊNÇÃO É:

Graça concedida por Deus. Acontecimento feliz. Ação pela qual os pais abençoam os filhos. Ato de expressar verbalmente desejos de sucesso e felicidade a alguém.

 

I. ATITUDES DE UMA MULHER CORAJOSA:

1.1 - A sunamita era uma mulher que sabia fazer o bem A sunamita construiu um quarto em sua propriedade para hospedar o homem de Deus (2 Reis 4.9,10).

1.2 - Tinha profundo respeito pelo profeta A sunamita não ousou passar da porta do quarto quando foi chamada pelo profeta (2 Reis 4.15).

 

II. O QUE FAZER NOS MOMENTOS DE CRISE PARA NÃO PERDER A BÊNÇÃO:

2.1 - Evitar ações: A sunamita poderia ter enterrado logo o filho, mas em vez disso deitou-o na cama do profeta, trancou a porta e buscou ajuda (2 Reis 4.21).

2.2 - Agir corretamente A sunamita solicitou ao marido um moço e uma jumenta para que a conduzissem até o homem de Deus (2 Reis 4.22).

2.3 -Ter fé A sunamita resolveu buscar o homem de Deus porque sabia que este poderia ressuscitar o menino.

 

 

III. NOS MOMENTOS DE CRISE. O CRENTE DEVE TAMBÉM:

3.1 - Buscar ajuda Deus está sempre pronto a socorrer o aflito (Salmo 18.6).

3.2 - Empregar grande esforço A sunamita andou várias léguas montada em um jumento (2 Reis 4.24.25).

3.3 - Ir ao lugar certo A sunamita foi ao monte Carmelo, onde estava o profeta (2 Reis 4.25). O monte Carmelo, espiritualmente, significa o monte da oração.

3.4 - Ter discernimento Para Geazi, ela disse que tudo estava bem, mas, diante do homem de Deus, ela derramou suas lágrimas, chorou e desabafou (2 Reis 4.26,27).

 

IV. RAZÕES PARA NÃO ABRIRMOS MÃO DE NOSSA BÊNÇÃO:

4.1 - Por mais que a luta seja difícil, Deus tudo pode (Lucas 1.3 7);

4.2 - Para tudo, Deus tem um propósito (Romanos 8.28);

4.3 - A palavra final pertence a Deus (Salmo 33.9; 62.11).

 

CONCLUSÃO

O crente jamais deve desistir de lutar pela bênção que Deus lhe reservou, mas continuar buscando a resposta por meio da oração. Mesmo diante da morte, a sunamita não desistiu, pois confiava que Deus poderia operar um milagre e fazer o impossível tornar-se possível.

 

PASTOR PRESIDENTE - WISLEY MENEZES

   
Oferta ADMEL Horiz