FINANCIANDO UM MILAGRE

Financiando-milagre

5 PAES E 2 PEIXINHOS

João 6. 5-10

 

O QUE VOCÊ FARIA SE ESTIVESSE NO LUGAR DO RAPAZ QUE TINHA CINCO PÃES E DOIS PEIXINHOS?

POSSIVELMENTE A SUA RESPOSTA SERÁ:

Eu daria tudo a Jesus para que alimentasse aquela multidão.

 

Agora lhe faço outra pergunta:

 

O QUE VOCÊ TEM FEITO COM AQUILO QUE VOCÊ TEM?

Saúde, dinheiro, carro, moto e etc.

Você tem colaborado com a obra?

Colaborado com o Reino de Deus?

Você é uma daquelas pessoas que Deus pode contar com você?

INTRODUÇÃO

Gostaria de destacar as atitudes do jovem que se prontificou A FINANCIAR OS ELEMENTOS DE UM DOS MILAGRES de Jesus (ainda que Jesus não necessite).

Com certeza são qualidades que devem ser introduzidas em nossas vidas, para que nos aperfeiçoemos cada vez mais mediante a Cristo.

NECESSITAMOS NÃO SOMENTE DE JOVENS COM ESTAS QUALIDADES, MAS SIM UMA IGREJA TODA PARA QUE A OBRA DE DEUS POSSA EVOLUIR CADA DIA MAIS.

 

1º - ELE ESTAVA PREPARADO. (FALA DE VIGILÂNCIA)

Este menino se preparou antes de seguir Jesus.

Quando seguimos Jesus devemos estar preparados para enfrentar as imprevisões, muitas pessoas param no meio do caminho por não estarem preparadas.

Na parábola das dez virgens vemos que elas só foram se preocupar com o azeite DEPOIS QUE O NOIVO HAVIA PASSADO.

 

NÃO É TEMPO DE SE PREPARAR, MAS É HORA DE ESTARMOS PREPARADOS.

 

2º - ELE ESTAVA PERTO DE JESUS (FALA DE COMUNHÃO)

- O menino só escutou o que Jesus disse aos discípulos por que ele estava perto de Jesus.

  • A obra do Senhor necessita de pessoas que estejam perto do Senhor.
  • Somente aqueles que estão próximos podem ouvir a voz suave do mestre.
  • Muitas pessoas não ouvem e nem compreende a voz do mestre por que estão distantes de Deus, os seus corações estão voltados para as coisas do mundo E POR ISSO PASSAM DESAPERCEBIDOS DAS COISAS DE DEUS.
  • DEUS NÃO PODE CONTAR COM ELE POIS ESTÁ LONGE.

3º - ELE SE APRESENTOU (FALA DE PRONTIDÃO AO SERVIÇO)

Isso me faz lembrar daquela passagem de Isaias 6 “E agora a quem enviarei? E quem há de ir por nós”.

O menino se apresentou disposto a colaborar com aquele grande milagre que Jesus queria realizar.

É lógico que Jesus não precisa de nenhum de nós para realizar a sua vontade, mas pela sua infinita misericórdia ele nos dá à oportunidade de fazer parte dos seus grandes milagres.

 

4º - ELE PENSOU NOS OUTROS. (FALA DO AMOR ÁGAPE)

Ele poderia muito bem pegar o seu lanchinho, se assentar embaixo de uma árvore e saciar a sua fome, mas ele não foi egoísta ele não pensou apenas em si mesmo.

Pode ser que Deus tem colocado algo em suas mãos para ajudar outras pessoas.

Mas você tem sido egoísta e não tem repartido das bênçãos que Deus tem lhe dado.

Tudo o que temos provem de Deus, e a Ele tudo pertence, não seja avarento e egoísta, mas coloque as suas coisas a disposição de Jesus, para que ele possa empreender grandes milagres.

 

5º - ELE ACREDITAVA EM JESUS

Ele colocou tudo o que tinha nas mãos de Jesus para abençoar outras pessoas.

  • Ele creu que Jesus era poderoso para realizar aquele grande milagre.
  • Não teve medo de perder tudo, não teve medo que Jesus falhasse (Ele nunca falha).
  • Creia em Jesus e confie nele, pois para ele nada impossível.
  • NAS MÃOS DE JESUS, O MEU E O TEU POUCO, PRODUZ GRANDES MILAGRES

CONCLUSÃO

  • Eu imagino que depois de ter realizado aquele grande milagre, Jesus deve ter chamado aquele garoto pra mais perto de si, e o próprio Cristo devolvendo pra ele o lanche que Ele havia doado em quantia maior e qualidade superior.
  • Imagine só, quão maravilhoso é poder  se assentar ao lado do mestre e comer com ele.
  • Quando colocamos a nossa vida e as nossas coisas a disposição do mestre, ele sempre nos retribui em quantia e qualidade melhor.
  • E justamente isso que Jesus quer fazer na sua vida

 

 

 

 

 

 

 

 

A CRUZ, A MESA E O PALCO

cruz

 

A CRUZ, A MESA E O PALCO

Mt 11.29-30

INTRODUÇÃO                                                                              


- Jesus havia acabado de separar os apóstolos e lhes dado poder.
- Jesus os chama pelos próprios nomes.

- Jesus conhece a cada um dos discípulos, inclusive o temperamento.
- Jesus os enviou com uma missão específica, pregar e anunciar o Reino de Deus.


- À semelhança deles, Jesus nos escolheu e nos enviou, como suas testemunhas.


- Há nesse comissionamento responsabilidades que muitos de nós não estamos observando..
- Andamos como se não fossemos separados, enviados, ou mesmo, se fóssemos servos de Deus.
- Não poucas as vezes, nos comportamos como os religiosos da época de Jesus..

Gostamos da mensagem da Palavra de Deus, mas não queremos praticá-la.


- Precisamos repensar nossa postura.
- O que queremos para nossa vida?


- A cruz, a mesa ou o palco?


O PALCO                                                                                        


- SERES HUMANOS GOSTAM DE DESTAQUE.


- Nós gostamos quando somos elogiados, ninguém gosta de ser criticado.


Sejam nas mais simples tarefas, veja:

  • Seja um café que você faça;
  • Seja uma comida;
  • Seja a roupa que você passa, ou a casa que você arruma;
  • A caligrafia que você tem;
  • Se você toca ou canta bem, enfim, nós muitas vezes nos gloriamos em nós mesmos.. e queremos que as pessoas reconheçam isso.

E quando não nos reconhecem, ou não nos elogiam, geralmente não reagimos bem.. Ficamos um pouco chateados

Isso tem a ver com o palco, queremos nos destacar, queremos ser reconhecidos, queremos nos sentir importantes.


Querer isso não é o problema..


A QUESTÃO ESTÁ EM COMO EU LIDO COM ISSO e POR QUE EU QUERO ISSO!


A humanidade vive uma disposição mental diferente do entendimento de Jesus.


- Geralmente ou via de regra, o homem para atingir seus objetivos passa por cima de quem for para alcançá-los.


- Nossas metas pessoais, não podem ser mais importantes que nossa chamada para sermos servos de Deus.


SERVOS SÃO CHAMADOS PARA SERVIR!


Servir os outros, sem querer nada em troca!
Mas nós não entendemos muito bem isso..
Nós queremos a evidência.

Às vezes até fazemos algo para a igreja, para nossos irmãos, mas não é por humildade, é mais para sermos aplaudidos, ou ovacionados. Claro que as excessões existem!


Até fazemos, mas, não movidos por um desejo de apenas agradar a Deus e ser útil à Sua obra.


“Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai que está em
secreto; e teu Pai que vê em secreto, te retribuirá.”
Mateus 6:6


- DEUS CONHECE E SABE O QUE NOS MOVIMENTA!


A Palavra de Deus nos ensina o contrário do que geralmente desejamos


- Todos os grandes homens de Deus exerceram seus ministérios não no palácio, não nos grandes centros, não sendo destaques, antes eram homens e mulheres cheio de humildade, porque o Espírito de Deus é que se movia neles.


- Não quiseram palco:

Davi - Vivia em meio às ovelhas;
João – Ele foi para o deserto;
Jesus – Não foi para o grande centro religioso pregar, antes ele andou nas pequenas cidades, vilas, praias e desertos, para por último ir à Jerusalém.

A CRUZ                                                                            

- Essa palavra é pequena, mas tem uma mensagem muito forte.
- Antes de Jesus, a cruz tinha um significado de vergonha.
- Interessante como Jesus tem a incrível capacidade de mudar o significado e valor das coisas.

E isso acontece conosco também, quando Jesus entrou em nossa vida, Ele mudou o significado dela e nos deu valor!

Antes não valíamos nada, jogados no lamaçal do pecado, perdidos, desprezados, mas Jesus entrou e mudou nossa história, nos transformando em reis e sacerdotes, família de Deus!

Depois que Jesus passa pela cruz, Ele consegue mudar até a história dela:


Antes detestada - Depois de Jesus, respeitada!
Antes vergonha – Depois de Jesus, triunfo!
Antes derrota, Depois de Jesus, vitória!
Antes símbolo de perda – Depois de Jesus, a maior expressão de CONQUISTA!

- A CRUZ FALA DE:

 

  • Sacrifício;
  • Entrega;
  • Humildade;
  • Morte;
  • Redenção.


- Não há a possibilidade de vida cristã sem cruz.
- Todos servo de Deus tem que se lembrar que está crucificado com Cristo.


“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.”
Gálatas 2:20


- A cruz nos torna humildes, crentes que estão crucificados são humildes.
- A cruz nos fortalece para vencer as lutas.
- A cruz não nos impede de seguir a Jesus, antes é o requisito.


- QUEM ESTÁ CRUCIFICADO COM CRISTO, MORREU PARA O PECADO, ESTE JÁ
NÃO O DOMINA MAIS.


- QUEM ESTÁ CRUCIFICADO, ESTÁ CUMPRINDO O CHAMADO.


- Quem está na cruz, não faz mais sua vontade.

  • Pregaram as mãos e pés de Jesus.
  • Mas não pregaram seu espírito, sua alma, seu contato com o Senhor.
  • Não conseguiram calar a sua adoração à Deus.

A MESA                                                                 


A mesa é aquilo que está preparado para nós.


- Mesa nos fala de:

  • Comunhão – À mesa são convidadas pessoas queridas, íntimas, que gostamos de estar com elas.
  • Alegria – À mesa é lugar para nos alegrarmos. É onde os problemas ficam para trás.

“Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou.
E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.
E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse- me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.”
Apocalipse 19:7-9


CONCLUSÃO:


- O PALCO É PARA ENCENAR;
- A CRUZ É PARA SE ENTREGAR;
- A MESA É PARA SE ALEGRAR.


Palavra ministrada Pelo Pr. Wisley Menezes na ceia de passagem de ano 2016-2017
31/12/2016

 

A VISÃO NO ESPELHO

espelhoImagem adquirida no Google Imagens

 

UM ESPELHO CHAMADO "CRISTÃO"

II Coríntios 3:18

Enquanto caminhamos, o mundo ao nosso redor espera ver, em nós, a transformação que só o Espírito Santo faz na vida de um pecador arrependido.
Observando um espelho, relembramos alguns cuidados necessários essenciais para que sejamos usados pelo Senhor, refletindo Sua glória no mundo.

AMIZADE

 amizadeImagem adquirida no Google Imagens

 

AMIZADE, UMA BENÇÃO PARA NOSSA VIDA

Jo. 15.15

- Somos seres que se relacionam entre si.

- Já desde de crianças aprendemos a nos relacionar, nosso primeiro relacionamento é com nossa mãe. Esta experiência já nos ensina que somos pessoas que dependem, carecem de relacionar.